sábado, 7 de janeiro de 2012

Tem coisa que você não aguenta mais segurar, sabe? Digo… Tem coisa que você leva ali, no fundo do peito. Você faz questão de se machucar só pra não machucar as outras pessoas. Mas tem uma hora que cansa, cansa ver só você saindo destruída dessa história e os outros saírem intactos. Chega uma hora em que seu coração pede por abrigo, por um ombro, por uma amizade sincera e nada mais. Mas parece que do nada, todo mundo desaparece, não é mesmo? O coração tá apertado… O nó na garganta não quer se desfazer, você implora por ajuda e ninguém te dá a mão. Nesse momento se passa em sua mente tudo o que você já fez de bom para as pessoas, quando você deixou de se alto ajudar só pra ajudar aquela pessoa que precisava de ti. Ou quando você deixou de fazer algo importante pra você, pra fazer pra aquela pessoa… PORRA, PORRA! Turbilhões de pensamentos invadem sua mente e você como sempre, não sabe o que fazer…”

Nenhum comentário:

Postar um comentário